PESQUISAR

Visita à Escola de Marvila- Sto António

As Turmas do 3º e 4ºano das professoras Fátima Joaquim e Odete Reis acompanhadas pela professora Bibliotecária deslocaram-se à Escola de Marvila para participar na atividade St. António proporcionada pelo arquivo Municipal de Lisboa.
 Terminada a actividade os alunos fizeram uma visita à Escola, acompanhados pela Coordenadora de Escola.







ORIENTEMO_NOS


 Está patente na Biblioteca Escolar Manuel Alegre uma EXPOSIÇÃO de Rosa dos Ventos  executadas pelos alunos do 4º ano das Escolas Dr João dos Santos e Prof. Agostinho da Silva e 5º e 7ºanos da  Escola Básica de Marvila.
Este trabalho teve como principais objetivos a consolidação de conhecimentos e a articulação entre o1º, 2º e 3º ciclos em Estudo do meio , HGP e Geografia.






FOMOS À FEIRA DO LIVRO


O dia 5 de junho foi especial para os alunos do 4º ano da professora Odete Reis, da Escola Básica João dos Santos.
A articulação entre a BEIG- Biblioteca Escolar Irene Gonçalves-, a disciplina de HGP e o 1º ciclo, proporcionou a estes alunos momentos inesquecíveis na Feira do Livro de Lisboa.
A escritora Fátima Éffe e a ilustradora – Andreia Albernaz  apresentaram de forma extraordinária e com apelo a todos os sentidos e à importância da Mãe Natureza, o livro “mãe Terra terra Mãe”. Sons, cheiros, sabores e texturas inundaram alunos e professores, despertando enorme prazer e interesse pela imediata leitura deste e de outros livros.



A turma teve ainda oportunidade de participar noutra experiência muito interessante, dinamizada pela faculdade deArquitetura da Universidade Lisboa e inserida no Projeto
“ARQUITETURA URBANISMO E DESIGN”.


Foram convidados a ser pequenos/ grandes arquitetos e não se atrapalharam a construir prédios, lojas e outros edifícios, nem a criar, por exemplo, logótipos com objetivos específicos.






Acompanharam a turma as professoras Odete Reis, Florbela Violante e Margarida Remédio.
 Maria da Luz Albuquerque

À CONVERSA com …Ricardo Almeida ex-aluno da Escola.


  A Biblioteca Escolar Manuel Alegre, em articulação com a disciplina de Geografia, proporcionou mais uma vez, a atividade: “À conversa com … um ex-aluno da escola”

O Ricardo, de uma forma muito profissional explicou a razão pela qual escolheu a sua profissão “Bombeiro Voluntário”. Apesar da sua juventude, 21 anos,  a sua  vida já  conta com muitas histórias vividas.
 À medida que as informações iam chegando o silêncio foi -se instalando e  era cada vez maior. A sua maneira de estar na vida encantou, de uma forma geral, os alunos do 9º A que ouviram a palestra, visionaram filmes e terminaram colocando algumas questões. A Conversa que de inicio estava prevista para 45 minutos prolongou-se até aos 90, quando tocou ninguém se levantou, foi necessário dizer: O Ricardo ainda não dormiu


O Filme terminou… “Homenagem aos Bombeiros Portugueses – Vida por Vida”

Lá longe, em casa, há a prece:
«Que volte cedo, e bem!»
(Malhas que o império tece!)
Jaz morto, e apodrece,
O menino da sua mãe.

Fernando Pessoa, in 'Antologia Poética'









No dia seguinte 5 de Junho a atividade repetiu-se, agora com a turma do 9º B.
 A reação não foi muito diferente, um olhar de surpresa e ao mesmo tempo de admiração por alguém, desta vez tão perto de nós, que arrisca a vida por uma causa .

Poesia na BIBLIOTECA


Nos dias 28 de maio e 1 de junho, pelas 10H50, realizou-se uma sessão de declamação de poesia na Biblioteca Escolar Manuel Alegre. Os alunos do 5º B, 6º A, 6º C, 7º B e 9º A declamaram poemas de autores portugueses e outros inéditos, que previamente memorizaram.
Os alunos mostraram algum nervosismo inicial, mas o entusiasmo era grande e o resultado final foi surpreendente. Na assistência estavam as turmas participantes acompanhadas pelos respetivos professores. A atividade entusiasmou os alunos deixando-os com um “nervoso miudinho” agradável, pelo facto de terem de encarar os colegas que os ouviam.






Ciência & Arte - Reinos da Imaginação




Em parceria com a Cassefaz e a Yorn, esteve patente de 14 a 21 de maio na Biblioteca Escolar Manuel Alegre uma Exposição subordinada ao tema “Ciência & Arte” Reinos da Imaginação. Todas as turmas da Escola, acompanhadas pelos professores, tiveram oportunidade de a visitar e explorar, recebendo, no final, uma pequena ficha- síntese, que completarão individualmente.
Foram visionados vários filmes como:
·        Eu oiço as cores,
·        Usando a matemática para criar histórias.
·        A Beleza escondida da Polinização.
·       


CANÇÕES DE ABRIL nas Bibliotecas de Lisboa


Canções de Abril

 Os alunos do 6º C e do 9º A, acompanhados pelas professoras de HGP/ história , e Inglês, e a BEMA participaram numa Oficina Musical  intitulada “  Canções de Abril” que decorreu na Biblioteca de Marvila, dinamizado pelo Serviço Fonoteca das BLX.
 Tocando vários instrumentos musicais, escutando várias canções, visionando excertos de filmes/ documentários, os alunos, de forma lúdica, fora do espaço escola e, mais uma vez, em parceria com a Biblioteca de Marvila, consolidaram conteúdos lecionados e enriqueceram os seus conhecimentos.
                    
"Zeca Afonso e tantos outros músicos marcaram a “banda sonora” dos anos em volta do 25 de Abril de 1974, fazendo da canção um veículo de denúncia, protesto e exaltação da liberdade.

Mais de 40 anos volvidos, muitas letras e canções continuam a ressoar na nossa memória coletiva. Neste programa iremos recordar através de imagens, filmes e da participação musical ativa, algumas páginas da História de Portugal e das canções que ajudaram a fazer e a continuar o espírito de Abril ."



ABRIL- EXPOSIÇÃO NA BEMA


25 de ABRIL- EXPOSIÇÃO NA BEMA

Patente na Biblioteca Escolar Manuel Alegre e de portas abertas a toda a comunidade escolar, cartazes e cravos vermelhos sublinham, entre outros, a luta e a resistência, os valores de Abril no futuro de Portugal, conquistas de Abril que fazem hoje parte da nossa vida e a vontade de continuar Abril.
Para que a memória perdure e os valores se reforcem, a BEMA expõe e convida a apreciar.










   Maria da Luz Albuquerque

MEMO


No dia 22 de maio a Fundação Alzheimer Portugal foi à Escola Luisa Neto Jorge realizar uma atividade com a turma do 3 ano da Professora Cláudia Jacinto.
Os alunos leram previamente com a professora o livro Memo e a avó Kelembra e as técnicas da fundação fizeram uma pequena representação teatral da obra sensibilizando os alunos para a doença de Alzheimer.
Os objetivos desta atividade são não apenas promover s leitura mas ainda a sensibilização dos alunos para esta doença.